Fizeram parte da mesa o delegado sindical do Ceará, Evandro Celso, os diretores da DEN Moisés Hoyos, Alcione Policarpo, a presidenta do Sindireceita Sílvia Felismino e o presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Redação da Casa, deputado Sérgio Aguiar (PSB)

Os 20 anos do Sindicato dos Analistas Tributários da Receita Federal (Sindireceita) foram homenageados em sessão solene na noite desta segunda-feira (18/06) na Assembleia Legislativa. A solenidade, que aconteceu no Plenário 13 de Maio, foi solicitada pelo deputado Lula Morais (PCdoB) e conduzida pelo presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Redação da Casa, deputado Sérgio Aguiar (PSB).

O parlamentar  destacou o trabalho de grande relevância do sindicato e seus filiados para o desenvolvimento do Ceará. “A Receita é um órgão que tem a responsabilidade de fazer a arrecadação e a aplicação das leis tributárias para que os recursos sejam redistribuídos em prol de toda a sociedade. Esses homens e mulheres têm essa importante missão que ajuda a construir nosso País”, ressaltou.

A homenageada Silvia Helena de Alencar Felismino, presidente nacional do Sindicato dos Analistas Tributários da Receita Federal, recebeu placa comemorativa da AL e agradeceu em nome do sindicato. “Todas as evoluções e mudanças em nossos cargos foram a partir do reconhecimento do Poder Legislativo, graças a esse apoio e a essa parceria temos conseguido êxito em nosso trabalho”, enfatizou. A sindicalista destacou também as importantes campanhas nacionais alavancadas pela entidade, como o combate à pirataria e ao contrabando.

Na ocasião, também foi apresentado o livro “Fronteiras Abertas”, produzido e editado pelo sindicato. O livro-reportagem evidencia que o combate à insegurança no País passa obrigatoriamente pela ampliação da presença da Receita Federal do Brasil nas fronteiras. A equipe do Sindireceita percorreu rodovias federais e estaduais, estradas vicinais e rios que marcam a fronteira brasileira.

O diretor de estudos técnicos do Controle Social da Administração Tributária e Aduaneira (Conpat), Alcione Policarpo, fez uma explanação sobre a situação das fronteiras no Brasil. Para ele, deve haver um melhor diálogo dos servidores da receita com a sociedade. “Para isso é preciso a realização de fóruns sociais e da existência de um Conselho de Controle Social para maior interação com os cidadãos”, defendeu. Também fizeram parte da mesa o delegado sindical do Ceará, Evandro Celso Chaves Reis e o diretor de assuntos aduaneiros do Sindireceita, Moisés Boaventura Hoyos. (Informações da Assessoria de Comunicação da Assembleia Legislativa do Ceará)

Veja a matéria no site da Assembleia Legislativa do Ceará