Está prevista para hoje, dia 30, às 10h, a reunião entre a diretoria do Sindireceita e integrantes da Secretaria de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento (SRH/MPOG) para tratar da negociação salarial da categoria. Neste encontro será apresentada ao Governo a decisão tomada pela categoria na AGNU realizada no último dia 28. A Direção do Sindireceita espera ouvir do governo uma proposta mais ampla e que contemple outros interesses da categoria.

Aproveitamos a oportunidade para esclarecer que ontem estava prevista a reunião do Sindireceita e representantes do MPOG para às 10h. No entanto, este primeiro encontro não foi realizado devido a atrasos e ao acumulo de acordos que foram assinados durante todo o dia na SRH. À tarde, houve uma nova tentativa, mas como as reuniões com outros grupos de servidores foram sendo estendidas, a SRH solicitou um novo horário para a reunião com o Sindireceita. Por volta das 22h a SRH solicitou, novamente, a remarcação da reunião com a direção do Sindireceita para às 10h da manhã de hoje. Ontem, ao longo de todo o dia, diretores do Sindireceita mantiveram contato com representantes do MPOG e com parlamentares que acompanham as negociações da categoria.

A Diretoria Executiva Nacional do Sindireceita reforça , mais uma vez, que este é um processo de negociação extremamente complexo e que o governo não negocia apenas com os Analistas-Tributários. As constantes remarcações do horário da reunião são o maior exemplo disso.

Esta DEN reforça seu compromisso com a categoria e garante que todos os cuidados e medidas necessárias estão sendo tomadas para que ao final deste processo nossa categoria tenha seus interesses preservados e, principalmente, respeitados. Sabemos da angustia de todos. Compartilhamos deste mesmo sentimento, mas é preciso que nesta hora a categoria se mantenha firma e unida.

Nossa intenção é, assim que possível, disponibilizar todas as informações necessárias para que mais uma vez, a base que é e sempre será soberana possa se reunir, decidir e apontar qual caminho os Analistas-Tributários da Receita Federal seguirão.