Campanha “Pirata: tô fora!” agita carnaval em Salvador/BA e Recife/PE

Durante a passagem dos blocos, foliões receberam folhetos com a mensagem "Viva a Originalidade"

O Sindicato Nacional dos Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil (Sindireceita), com o apoio do Conselho Nacional de Combate à Pirataria do Ministério da Justiça (CNCP/MJ), promoveu durante o carnaval de Salvador/BA e Recife/PE o lançamento da nova fase da Campanha Nacional “Pirata: tô fora! Só uso Original”. Com o tema “Viva a Originalidade” esta nova fase tem o objetivo de sensibilizar a sociedade quanto à importância da valorização das ideias, atitudes, projetos e produtos originais. A escolha das cidades de Salvador/BA e Recife/PE no Carnaval foi motivada pela concentração de foliões, formadores de opinião, artistas e pela originalidade destes eventos. As ações desenvolvidas visam mostrar que ideias originais, quando protegidas e valorizadas, trazem benefícios a todos. Durante toda a semana de carnaval, promotores da Campanha percorreram ruas, circuitos, camarotes e locais de concentração de foliões, realizando ações e divulgando a mensagem “Viva a Originalidade”. Em Salvador/BA as ações da Campanha contaram com o apoio institucional da Associação dos Produtores Musicais da Bahia (APA), que mantém o portal casadoaxe.com.br.

A presidenta do Sindireceita, Sílvia Felismino, explica que, nesta nova fase da Campanha, o objetivo é disseminar a ideia de valorização da originalidade, o que representa a essência do esforço antipirataria. “O objetivo do Sindireceita este ano é levar a Campanha aos principais eventos nacionais ligados à arte, cultura, propriedade intelectual, ciência e tecnologia, reforçando essa discussão”, disse. Outro objetivo desta nova fase da Campanha é promover a reflexão sobre um tema pouco debatido atualmente: a pirataria moderna e a sua relação com a WEB 2.0 e as redes sociais. “Não podemos mais ficar restritos ao conceito inicial de pirataria, que deve ser atualizado para que a sociedade possa ser esclarecida e para que o País avance de forma efetiva no combate à pirataria”.

468 ad

Leave a Reply