Analistas –Tributários da Receita Federal apreenderam 443 quilos de cocaína dentro de um contêiner no Porto de Itapoá, no Norte catarinense, nesta segunda-feira (3). A droga tinha como destino final o Porto de Valencia, na Espanha. Durante uma operação de rotina o contêiner que transportava móveis de madeira que seriam exportados para a Europa foi um dos selecionados para passar pelo equipamento de raio-x.

Segundo os servidores, pouco antes da identificação da droga no local, um caminhão bateu no scanner, que teve que ser consertado para continuar funcionando. Durante a operação, um caminhão colidiu com o aparelho de raio-x que examinava a carga. Autoridades policias vão investigar o caso para saber se colisão foi proposital. A suspeita é que o exportador não teve envolvimento com o crime, uma vez que a droga foi inserida no contêiner após a chegada da carga no porto.

Esta é a segunda apreensão da droga realizada no local em 2021, totalizando 488 quilos de cocaína.

Atuação dos Analistas-Tributários

Como atividade essencial à proteção da sociedade e do Estado, os Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil que atuam na Aduana mantêm a rotina de trabalho nos postos de fronteira terrestre, aeroportos e portos de todo o país.

Inclusive, os Analistas-Tributários reforçaram sua atuação para contribuir com a sociedade nesse momento da pandemia de Covid-19, reafirmando o objetivo de garantir controle aduaneiro nas atividades de importação e exportação e, principalmente, assegurar a realização das atividades de fiscalização, vigilância e repressão, mesmo durante a pandemia de coronavírus.