Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil (RFB) atuaram na apreensão de 30,4 quilos de drogas na última sexta-feira e sábado, dias 9 e 10, no Aeroporto Internacional de Fortaleza. Os entorpecentes foram localizados durante inspeção com uso de raio-x nas bagagens despachadas em voo proveniente de Guarulhos/SP com destino ao Ceará. As ações foram realizadas em conjunto pela RFB e Polícia Federal (PF).

Na sexta-feira, mais de 14 quilos de cocaína foram encontrados dentro da bagagem de um passageiro de 25 anos, natural de Manaus/AM, que foi preso em flagrante. A droga, acondicionada em 10 tabletes, estava escondida em um travesseiro. O homem foi conduzido à sede da Superintendência Regional da PF, onde permanecerá à disposição da Justiça e responderá por tráfico interestadual de drogas.

No sábado, os servidores apreenderam o total de 13,3 quilos de maconha e 3,1 kg de cocaína, que estavam escondidos entre pertences na bagagem de um passageiro. O homem também foi preso em flagrante e conduzido à sede da Superintendência Regional da PF. Ele também responderá por tráfico interestadual de drogas.

Atuação dos Analistas-Tributários

Como atividade essencial à proteção da sociedade e do Estado, os Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil que atuam na Aduana mantêm a rotina de trabalho nos postos de fronteira terrestre, aeroportos e portos de todo o país.

Inclusive, os Analistas-Tributários reforçaram sua atuação para contribuir com a sociedade nesse momento, reafirmando o objetivo de garantir controle aduaneiro nas atividades de importação e exportação e, principalmente, assegurar a realização das atividades de fiscalização, vigilância e repressão, mesmo durante a pandemia de coronavírus.