Analistas – Tributários da equipe de servidores da Seção de Repressão Aduaneira (Sarep), da Delegacia da Receita Federal em Londrina/PR, realizou ações de operações de vigilância e repressão aduaneiras no centro de remessas postais em Londrina que resultou na retenção de mercadorias com indícios de importação irregular cujo valor estimado é de aproximadamente R$ 1 milhão. As duas ações foram realizadas entre os dias 14 e 16 de abril.

Cerca 1000 encomendas foram retidas, dentre as mercadorias apreendidas estão eletrônicos, como celulares, bens de informática, caixas de som, receptores de satélite, perfumes e outros.

Toda retenção foi levada para tratamento no depósito da Receita Federal na ALF/Curitiba, onde será feita a abertura dos volumes, e as mercadorias serão contadas e valoradas, visando à confecção de Intimação Fiscal.  Essas retenções se inserem num contexto de acompanhamento do comércio eletrônico realizado por intermédio dos correios, em virtude do aumento do grau de risco detectado pelas análises de risco efetuadas pela equipe no período.

Destaca-se que a nova metodologia de trabalho instituída pela Direp09 representa um novo modelo de ações integradas e supervisionadas de forma descentralizada, com foco em especificidades e expertise das equipes locais, voltada a resultados otimizados em termos de recursos e atingimento de segmentos e alvos selecionados mediante análise de risco.

Atuação dos Analistas-Tributários

Como atividade essencial à proteção da sociedade e do Estado, os Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil que atuam na Aduana mantêm a rotina de trabalho nos postos de fronteira terrestre, aeroportos e portos de todo o país.

Inclusive, os Analistas-Tributários reforçaram sua atuação para contribuir com a sociedade nesse momento da pandemia de Covid-19, reafirmando o objetivo de garantir controle aduaneiro nas atividades de importação e exportação e, principalmente, assegurar a realização das atividades de fiscalização, vigilância e repressão, mesmo durante a pandemia de coronavírus.